Dicas para se sair bem em uma entrevista de Au Pair

13 jan

Oi pessoas!! Ainda vivo, graças a Deus!rs

Como sumi, não é mesmo??? Bem, 3 meses no Brasil e tantas coisas acontecendo me deixaram um pouco afastada mas, quero muito voltar a ativa pq sei que ainda tenho muito da minha história de intercâmbio para contar e não quero  fechar este blog sem antes, escrever tudo o que esse tempo marcou em mim.

Mas, como sei que um dos assuntos que mais interessa é esse e, este post se encontrava na minha lista de “posts a escrever”, resolvi antecipar que é para ver se vcs não desistem de passar por aqui!rs

Bem, sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Quando morei na Irlanda, vivi com uma família cuja mãe, Valerie é a gerente de Recursos Humanos de um grande hospital perto de Dublin e, por isso mesmo, quando ela me deu o retorno de como foram as entrevistas que ela fez para encontrar a au pair que me substituiria, eu logo quis contar para vocês afinal, trata-se do ponto de vista de uma especialista IRLANDESA sobre as meninas candidatas a au pair na entrevista.

A Valerie procurou a escola (LCI) mais uma vez e agendou entrevistas com brasileiras – sem querer me gabar, depois de mim, ela disse que só quer brasileiras agora pq somos muito mais “lovely”  que todas as outras…rs- Mas, para a surpresa dela, nem todas passaram a impressão que ela tinha das brasileiras, a qual foi formada por mim e as minhas amigas lindas que frequentavam minha casa!rs

O que ela comentou é que algumas estavam muito mal vestidas, com moletom e tennis e cara de sono; outras, tinham as unhas com esmalte pela metade, comidas. E ainda, tinha uma que apareceu de lentes de contato coloridas. Bem, essas explanações da Valerie me fizeram atentar para um fato que talvez nem todas saibam: A entrevista de Au pair é uma entrevista de emprego sim e, como todas, é preciso passar uma excelente impressão.

Neste caso específico, o emprego ainda é na casa de quem está te entrevistando, para cuidar dos filhos dele (a), ou seja, aparência é tudo sim! Inclusive, num país onde, aos nossos olhos, as pessoas podem parecer não ligar muito para isso!rs

Por isso, na fase de entrevistas da escola, aconselho vocês a estarem sempre bem arrumadinhas (os) e a ficarem atentas as unhas, cabelos e principalmente postura na entrevista.

Quanto a entrevista em si, já falei isso aqui outras vezes e repito: Procurem prestar atenção naquilo que vocês escutam, não se preocupem com o inglês de vocês, elas estão mais interessadas no caráter e postura que você tem do que no nível de idioma que você domina, até porque, todos sabem que vocês estão lá para aprender!!

Espero que esse post ajude muitos de vocês a conseguir o emprego mais rápido na Ilha Esmeralda da qual, diga-se de passagem, estou morrendo de saudade!

Abraços!!

 

About these ads

11 Respostas to “Dicas para se sair bem em uma entrevista de Au Pair”

  1. Camila Turbiani 15 de janeiro de 2012 at 5:00 #

    Olá Dressa.
    Te enviei um email com uma duvida minha.

    Obrigada !

  2. Vanessa 16 de janeiro de 2012 at 18:04 #

    Adorei a dica…
    Sinto falta dos post.
    Bjus

  3. Deise 25 de janeiro de 2012 at 9:21 #

    Ola Andressa, meu nome é Deise, e sou do interior de São Paulo.

    Ah mais ou menos 1 mês eu descobri o seu blog, e já li todos os post =)

    Adorei a sua histotia, e estou ansiosa para continuar a ler!!!

    Pretendo ir para a Irlanda ano que vem … porem já faz uns 4 meses que faço pesquisas diarias para ir me interando sobre a vida na Ilha!!!

    Ah … quando puder, faça um post contando como esta sendo a sua vida no brsil apos o tempo que ficou na Irlanda!!

    Beijos

    • Dressa Retori 15 de fevereiro de 2012 at 19:57 #

      Oi Deise, obrigada! Fico feliz que tenha gostado do Blog e agradeço a sugestão, pretendo mesmo escrever sobre isso. Mas, é justamente pela correria da vida por aqui que tenho tido pouco tempo de cuidar do blog…rs… Mas se tudo der certo, vou tentar escrever pelo menos uns 2 posts por mês e este tema com certeza será assunto para um deles.

      Assim como vc, eu comecei assim tbm, fazendo pesquisas muito tempo antes! Isso ajuda muito!!

      Bjo!

  4. Maria Helena 30 de janeiro de 2012 at 18:08 #

    Olá tudo bem? Fiquei muiiiiito feliz que você voltou a postar no blog *-* Estou indo pra Irlanda dia 28 de fevereiro e estudarei na LCI também. Também pretendo trabalhar como aupair se tudo der certo :D Fiquei preocupada com o que você comentou sobre as lentes coloridas, os irlandeses não gostam de pessoas que usam lentes? Ou no caso a menina foi com uma lente cor de rosa ou algo muito extravagante ? (Uso lentes castanhas :S) Estou muito ansiosa e espero encontrar uma familia pra chamar de minha logo,rs *-* Estou até preparando brincadeiras e receitas faceis para me divertir e divertir as crianças :D Estava pensando tambem em levar algum presentinho pra minha futura Host, mas não sei o que levar e se isso causaria uma impressão não muito boa, o que você acha? Obrigada e beijos, Maria (:

    • Dressa Retori 15 de fevereiro de 2012 at 20:01 #

      Olá Maria Helena, que bom que está indo! Espero que goste bastante da experiência! Eu amei o trabalho de au pair pq me apaixonei mto pela lindinha da bebê que eu cuidavam o amor e o carinho dela fez tudo valer a pena! Espero mesmo que com vc seja assim tbm!

      Qto a lentes, realmente eram lentes coloridas, acho que roxas. Acredito que era algo extravagante, que tenha chamado a atenção de verdade da minha host. Mas acredito tbm que tudo depende do contexto, provavelmente o todo da candidata não devia estar ajudando.

      Qto a levar presentes, acho uma atitude mto legal e lá mesmo me arrependi por não ter feito isso!! Agora, uma dica, leve algo bem neutro pq eles são bem diferentes da gente em seus costumes….

      No mais, boa viagem e enjoy!!!!

      Bjo!

  5. Jucimara Brito 31 de janeiro de 2012 at 1:13 #

    olá…

    estamos (eu e esposo) nos organizando para estudarmos em dublin. Leio muitoooos blogs e me identifiquei com o seu pelo fato de ser evangélica. Pretendo passar 6 meses, mas gostaria de frequentar uma igreja evangálica. Vi que vc achou uma presbiteriana por lá, chegou a achar alguma outra depois ou continuou indo na mesma. Essa informação é muito escassa na maioria dos blogs….meu e-mail juci_bris@hotmail.com

    • Dressa Retori 27 de março de 2012 at 14:24 #

      Olá Jucimara! Pode deixar que farei um post agorinha com as informações de Igrejas Evangélicas por lá! Felizmente acabei encontrando, ou melhor, sendo levada por Deus a outras ótimas igrejas na Irlanda!

      Um abraço!

  6. Van 3 de junho de 2012 at 21:21 #

    Oi Andressa, adorei o blog. Quero ir pra Irlanda. Pensei pela mesma escola. Eu ando pesquisando bastante com relação a várias assuntos da viagem.
    Vc gastou quanto para viajar, em média? Pra sair do Brasil a Bray?

    Abraços

    • Dressa Retori 11 de junho de 2012 at 2:57 #

      Oi Van! Que bom que gostou do blog, obrigada!
      Então, isso agora é um pouco relativo pq à época que eu fui as regras eram outras, na verdade, até onde eu sei, o que mudou mesmo foi a quantidade de euros exigida para se conseguir o visto que, era 1000 euros e agora são 3 mil. Enfim, em reais, em média, com escola, hospedagem, passagem, o dinheiro do visto e para as primeiras despesas foram uns 10 mil reais. Sendo que parte disso foi dividido (a passagem e o seguro viagem).
      Espero ter te ajudado a ter uma noção de gastos, mas é como te falei, vc precisa ver a questão das novas exigências por lá, além dos valores atualizados do curso e despesas.
      Abç!

  7. Fabi 20 de outubro de 2012 at 18:08 #

    Sei lá viu… Comigo na minha primeira entrevista o casal disse pra mim que se eu não sei falar inglês eu não saberia preparar as comidas da criança. E nem era aupair era só um babyssiting. E nas experiências seguintes também torceram o nariz para a minha falta de fluência. Mantive minha postura, sorrisos alegria e falei de mim pensando que eles iriam gostar de escutar. Percebi que eles não compreenderam o fato de eu estar aqui para aprender o idioma. Cheguei a mandar uma mensagem para uma mãe explicando esse fato e disse para ela que se eu tivesse o inglês do jeito que ela sonhava eu não estaria aqui na Irlanda traalhando em subempregos e sim numa multinacional no Brasil desfrutando do meu merecido dinheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: